sábado, 21 de abril de 2012

Momento National Geographic

As joaninhas comem pulgões. Os pulgões comem os rebentos de rosa. Eu tenho rosas. Mas não tinha joaninhas, logo tinha também pulgões. Um silogismo que não me agrada, mesmo nada. Hoje apanhei duas joaninhas, pousaram numa toalha que secava ao sol. Levei-as com mil cuidados para o jardim e "ofereci-lhes" o banquete da sua vida. Espero que gostem e fiquem por cá muito tempo. E já agora, que formem uma grande família.

Sem comentários:

Enviar um comentário