terça-feira, 12 de agosto de 2014

E foi isto. O Porto e o Douro, foi só um cheirinho. Tão bom.

Os cruzeiros do Douro, uma excelente maneira de conhecer a região e o vinho. Assim como assim, não precisamos conduzir...
A Ribeira do lado da Foz. Rios e mares assentam sempre bem a uma cidade
Era um dos poucos restaurantes abertos num domingo à noite. O trabalho de segunda-feira não convida a esticar a noite de domingo. É assim no Norte.
Mas foi uma boa escolha. Bom ambiente, boas vistas e boa comida
Na Ribeira não faltam Tvs
A Serra do Pilar,a banda sonora que acompanha é o Porto sentido, claro
Comer num túnel com vista para o Douro
para esta vista

As caves ficam para a próxima...
De comboio se chega à Régua
e logo ali na estação podemos matar saudades dos sabores do Norte. O indispensável polvo
e a posta de vitela, divina.
para acabar no pudim de castanha ( fora de época ou seria um preview) e gelado de maçã verde
da garrafeira nem falo
foi aqui
cruzeiros não faltam. os "oscarizados" Douro Azul e os outros



uma ideia para copiar, mas já sabemos que isso não vai acontecer.
Água, muita água
vinho, muito vinho




Um portão do paraíso
o comboio numa das mais belas linhas do mundo. Mas esse é um segredo só conhecido por ingleses e afins.



Sem comentários:

Enviar um comentário